Translate

Pesquise no blog

8 de set de 2012

A CURA POR MEIO DO PERDÃO


Por Barbara Ann Brennan

O fator mais importante na cura dos ferimentos que ocorreram em relacionamentos passados é o perdão.

Em geral, temos mais consciência da nossa incapacidade para perdoar outra pessoa do que da nossa incapacidade para perdoar a nós mesmos. Todos sabem que faz uma grande diferença quando conseguimos perdoar alguém que nos ofendeu. Na maioria das vezes, nos lembramos de situações penosas concentrando-nos em alguém que nos ofendeu e culpando essa pessoa.

A nossa culpa está na superfície; um pouco mais fundo, geralmente há uma culpa que incômoda que talvez não admitimos. Muitas vezes, a outra pessoa não viveu a situação da mesma forma que nós e talvez nem saiba que ficamos ofendidos.

De fato, às vezes a outra pessoa pensa que deveríamos nos desculpar, para que possam perdoar-nos. Em todas essas situações, ficamos presos numa dualidade. O perdão nos tira dessa dualidade e nos eleva até o amor.

Na sua meditação da “Cura Por Meio do Perdão”, Heyoan nos oferece uma perspectiva ampla de perdão. Ele nos ajuda a transcender a reprovação do “ele/ela fez isso a mim”, com sua mais profunda e incômoda culpa, e nos leva à compreensão unitária do motivo pelo qual o perdão funciona.

Antes de começar, sugiro que você faça uma lista das pessoas que você foi capaz de perdoar na sua vida. Depois, faça a seguinte meditação sobre o perdão. Convém pedir que alguém leia o texto de Heyoan para você ou gravá-lo em fita. Na gravação, a mensagem fica muito mais pessoal e você poderá absorvê-la com mais facilidade, simplesmente deitando-se de costas na cama com os olhos fechados.


A CURA POR MEIO DO PERDÃO
Mensagem Canalizada de Heyoan

Você não está aqui por acaso. Você trouxe a si mesmo até este momento de sua vida para os seus próprios propósitos, os quais têm sua origem no profundo e sagrado anseio que você carrega acima do coração. Quanto mais você respeitar esse anseio, mais fiel você vai se manter ao seu caminho e mais a sua vida será alegre, plena, criativa e magnânima.

Hoje, eu gostaria que você pensasse numa pessoa com quem você está tendo problemas e começasse a trabalhar e a rezar para estar em harmonia com o perdão e a cura. A cura requer que tanto você como a outra pessoa sejam perdoados.

Conforme você talvez saiba, a cura engloba toda uma existência - na verdade, todas as suas existências - e aquilo que transcende essas existências.

Você existe num domínio muito maior do que o físico, domínio que é definido pelo tempo e pelo espaço. Para você, o tempo e o espaço são apenas limites que, por conveniência, você estabeleceu para si mesmo nesta sala de aula criado por você para nela fazer o seu aprendizado.

Você criou as suas lições, a sua sala de aula, os professores que existem dentro dela e, portanto, você é o senhor de tudo isso que foi criado. Você veio à Terra para cuidar dos seus objetivos, os quais estão contidos na sacralidade do seu anseio.

Agora, eu lhe pergunto, com relação à pessoa que você escolheu, de que forma você traiu a sacralidade do seu anseio e, conseqüentemente, criou uma situação em que há necessidade de você perdoar a si mesmo?

Essa talvez não seja uma resposta fácil, do tipo que pode ser dada de imediato. Todavia, se você se concentrar nessa questão, rezar por ela e relacioná-la ao seu trabalho de cura, você vai começar a entender.

Através da sua experiência de vida, uma profunda compreensão daquilo que está sendo dito aqui vai brotar da fonte de vida que existe dentro de você.

Sim, é verdade que você cria as experiências da sua vida. Cabe a você planejá-las, e isso foi feito a partir da suprema sabedoria que existe dentro de você. Se houver dor, pergunte o que essa dor está lhe dizendo, pois a dor surge do esquecimento de quem você é.

A dor surge a partir da crença de que o aspecto sombrio da realidade é a verdadeira realidade, Essa realidade resulta do esquecimento de quem você é, o que se baseia na crença de que você está isolado ou afastado de Deus.

Eu lhe digo que todas as doenças, quaisquer que sejam as suas formas ou manifestações, são resultado desse esquecimento. Você voltou ao plano terreno para lembrar.

Não se aborreça com isso. Dirija sua energia vital para a tarefa de se lembrar e a sua luz vai despertar as porções da sua psique que existem nas sombras e na dor.

Quando você as ilumina com a luz do divino, que existe dentro de todas as células do seu corpo, dentro de todas as células do seu ser, a luz brilha na sombra e a sombra começa a lembrar. Por meio da iluminação, você vai relembrar as porções de si mesmo e de seu corpo que se dissociaram e, portanto, estão doentes.

Esse é um novo começo; existe alguma dor, não se pode negar, mas trata-se de uma dor que cura. As lágrimas vão lavar e purificar-lhe a alma, como faz a chuva que caiu há pouco.

O seu choro vai libertar o que há séculos vem sendo reprimido e que, durante esse tempo todo, espera o momento de vir à tona.

Todos aqueles bloqueios de que falamos vão fluir e serão preenchidos com a vida renovada.

Você vai perceber que está com muito mais energia e que a sua vida está se enchendo de criatividade e alegria.

Você vai se descobrir sendo preenchido numa dança natural com todas as pessoas à sua volta e com o universo.

Gif de amor Isso, porém, requer perdão: em primeiro lugar, perdão a si mesmo. De que você se perdoou? Se você fosse parar cinco minutos - e vou lhe pedir que faça isso no final desta minha pequena preleção - escrevendo uma lista daquelas coisas pelas quais você precisa perdoar a si mesmo algum dia, iria descobrir que ela é bastante extensa. 

Mas isso não é tão difícil de fazer. Se você tomar cada item e meditar sobre ele durante alguns minutos, todos os dias, e perdoar a si mesmo por isso, você vai aliviar a carga que pesa sobre o seu coração.

O perdão vem da divindade interior.

Ao rezar, pedindo pelo seu perdão, e ao sentir esse perdão, você vai ligar-se à divindade que existe dentro de você. Você se transforma nessa divindade interior.

Gif de amor As perguntas seguintes são: De que modo cada item pelo qual você se perdoou se manifesta na sua mente e no seu corpo físico? Como ele se manifesta no seu campo de energia? Veja de que forma isso acontece em todos os sete níveis de experiência do seu campo áurico.

Em que parte do seu corpo se acha a dor que está associada com aquela atitude implacável que você adotava com relação a si mesmo e, assim, mantinha uma ligação negativa com uma determinada pessoa que você acha difícil de perdoar? C

omo você vê, a cura sempre começa em casa.

Dentro de você, de 3,5 a 5 centímetros acima do seu umbigo, há uma linda estrela, a estrela do âmago.

Esta é a essência da sua individualidade, o centro do seu ser.

E o centro de quem você é na completa paz de antes, durante e depois de todas as existências que você já viveu na sua Mãe-Terra, Sinta esse local dentro de si.

Você existia antes dessa vida. Você existia antes de todo o caos, de toda dor e rivalidade que existem na Terra, e continuará a existir.

Esse centro do seu ser é o centro da sua divindade, A partir desse local, você é o centro de todo o universo. E a partir desse local que você cura.

Você vai se lembrar de quem é e vai ajudar os outros a se lembrarem de quem são, pois é a partir do centro do seu ser que se iniciam todos os seus atos.

Logo que os seus atos deixarem de estar ligados ao âmago de seu ser, você não estará mais em harmonia com o seu propósito divino. Os atos desligados do propósito criam dor e doença. Portanto, meus queridos, concentrem-se no seu âmago. E a partir desse centro que surge todo o perdão.

Eu gostaria, agora, de levar para o seu âmago o primeiro item pelo qual você resolveu perdoar a si mesmo. O que quer que você tenha criado que precise de perdão, isso foi criado de uma maneira sem ligação com o seu centro. 

Ao se movimentar para criar, você se desligou do centro do seu ser; suas ações perderam a harmonia com o seu propósito divino e passaram para a sombra e para o esquecimento.

Assim, se você tomar o que precisa ser perdoado, se o levar para a estrela do âmago e, simplesmente, o conservar ali, rodeando-o e impregnando-o de amor, você irá, através do amor, trazê-lo de volta para a luz.

Você vai encontrar o seu propósito original, que surgiu a partir do seu centro. Tendo descoberto isso, você pode prosseguir com a criação original. Ao descobri-lo, ao envolvê-lo e ao impregná-lo de amor e de luz, você vai descobrir o perdão dentro de si mesmo. Eu lhe darei agora alguns momentos para, dessa maneira, criar o perdão a si mesmo.

Quando esse perdão fluir através do seu ser, automaticamente você estará perdoando outras pessoas que possam estar envolvidas nessa situação específica que requer o perdão.

Fonte:  Mãos que Curam

http://despertardegaia.blogspot.com/

...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou do post ? Comente !

O visitante tem liberdade para se expressar sobre os temas ou assuntos publicados neste Blog, porém não serão aceitos:

1. Comentários considerados difamatórios e ofensivos, contendo linguagem imprópria e deselegante;

2. Comentários que, por sua publicação repetitiva, tenham a intenção de “boicotar” o tema em foco;

3. Comentários referentes a artigos reproduzidos de outras fontes e direcionados aos autores, bem como não serão reencaminhados à fonte original, sempre citada no blog.

4. Comentários contendo Links promocionais de sites ou blogs. E-mails pessoais, telefones de contato.

5. Comentários Anônimos.

Tentarei responder seu comentário mediante disponibilidade de tempo.

Obrigado ! Paz e Luz em Gaia

...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

♥ Postagens Recentes

♥ Postagens Populares

Comentários Recentes


X Files - Maravilhoso e Atemporal - Assista, clique:

Alienígenas do Passado - Todas Temporadas Assista, clique: