Translate

Conheça, solicite:

27 de mai de 2016

TRABALHADORES DA LUZ E O KARMA FAMILIAR


Os trabalhadores da Luz muitas vezes carregam dentro de si uma missão em relação a seus pais ou família biológica. 

Quando eles vêm para a Terra, têm a intenção específica de despertar, de ajudar no processo de libertação da consciência baseada no ego e plantar as sementes da consciência de Cristo na terra.

Mais forte do que os outros, os trabalhadores da luz querem ensinar e curar os outros, ajudando-os a crescer em direção a uma consciência baseada no coração e no resgate do amor por si mesmo.

Por essa razão, muitas almas Trabalhadoras da Luz nascem com os pais ou em famílias que são fortemente presos na realidade da consciência baseada no ego. 

Sendo a intenção dos trabalhadores da luz romper padrões de energia presos e rígidos, eles são atraídos como um ímã para “situações – problema”, em que a energia está estagnada, como em um beco sem saída.

Normalmente o ambiente é de escuridão e desarmonia. O trabalhador da luz vem com certa consciência espiritual, que ele é “diferente”, não cabendo nas expectativas da família ou em suas sendo visto como um estranho naquele ambiente familiar.

O trabalhador da luz desde tenra idade de alguma forma irá, desafiar os pressupostos básicos da família sobre a vida. Ele quase instintivamente vai fazer de tudo para obter a sua energia (sua verdade) de volta e fazê-la fluir novamente.

E neste processo geralmente há um grande desafio envolvido.

Este desafio se mostra a nível espiritual onde frequências extremamente negativas dentro do âmbito familiar se agregam a frequência energética do trabalhador da luz levando-o a experimentar grande sofrimento.

Os pais podem ver esta criança como uma “estranha” onde sua presença pode perturbar de alguma forma o âmbito familiar. 

Quando a beleza interior e a pureza da criança Trabalhadora da Luz não é reconhecida como tal, ela, muitas vezes, pode se perder nas emoções de solidão e até mesmo depressão.

Quando isso ocorre ela terá que aos poucos reconectar-se com seus guias amparadores para seguir com sua missão.

No inicio da sua encarnação os trabalhadores da luz tem a confiança lá no fundo, que eles vão encontrar o seu caminho e superar a limitação da energia de sua família biológica. 

No entanto, gradativamente eles se verão expostos aos mesmos dilemas e confusões como qualquer outra criança.

Em certo sentido, eles experimentam essa confusão mais profunda e intensamente.

A razão disso é que eles são espiritualmente almas conscientes, muitas vezes mais antigas e mais sábias do que seus pais, estando conscientes de que “algo não está certo”, sobre a energia de seu ambiente. 

No plano interno eles colidem frontalmente com as energias dos pais, sem entender a ressonância com sua mentalidade ou comportamento.

Esse embate causa grande angústia interna tendo em vista a sensibilidade que suas almas comportam. 

Eles têm que encontrar uma maneira de sobreviver emocionalmente, lidar com o fato de que eles amam os pais e que são muito diferentes deles. Este processo da busca da afeição dos pais pode se estender por muitos anos até que sua consciência seja novamente desperta para o objetivo de estar ali.

Isso faz eclodir muitos problemas psicológicos e emocionais nos trabalhadores da luz que variam entre solidão, insegurança, medo, culpa, dependência, depressão e autodestruição.

Assim, sua viagem à Terra e aos lugares de trevas onde a energia é presa e hostil não é sem risco. É uma missão perigosa. É uma missão de coragem.

O ambiente em que os trabalhadores da luz vão começar a sua jornada é inóspito e eles não se sentem em casa.

Eles terão que criar a energia de um lar para si mesmos, apenas com seus próprios sentimentos e usando a intuição como guia. Eles terão que criar o seu próprio lar interno para que sua alma possa seguir o seu propósito divino.

Como trabalhadores da luz, eles são mestres em quebrar as barreiras de velhos padrões de pensamento sufocantes e liberar velhas energias aprisionadas. 

Esta é uma missão kármica à qual um trabalhador da luz não pode fugir porque faz parte do seu crescimento e aprendizado. É a luta por si mesmo que marca o verdadeiro guerreiro que ele é.

Ele terá que encontrar o caminho por si mesmo e depois de ter feito isso irá atrair espíritos de pensamento similar em sua vida, as pessoas que refletem seu estado desperto de ser onde então poderão voltar para casa.

Autor: Maiana Lena 

Websites: http://www.maianalena.com.br/
Fonte: http://www.sementesdasestrelas.com.br/

http://despertardegaia.blogspot.com/

...
Leia Mais ►
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

♥ Postagens Recentes

♥ Postagens Populares

Comentários Recentes


X Files - Maravilhoso e Atemporal - Assista, clique:

Pesquise no blog

Carregando...